Governo diminui “rombo” e fecha março com déficit de R$ 60,9 milhões

O valor é a somatória de tudo que foi arrecadado, o que foi pago e as despesas não pagas no mês

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O Governo do Estado de Mato Grosso fechou o mês de março de 2019 com um déficit de R$ 60,9 milhões. O valor é a somatória de tudo que foi arrecadado, o que foi pago e as despesas não pagas no mês.

Apesar do “rombo”, o déficit foi inferior ao de mês de fevereiro, quando foi registrado R$ 118 milhões.

Em março, o Estado arrecadou R$ 1.447.192.375, valor que foi somado a outros R$ 45.609.829 que constavam no saldo da Conta Única em 1º de março.

Desse valor, o governo efetuou o pagamento dos salários dos servidores ativos no valor de R$ 308.366.053 e dos inativos no valor de R$ 185.022.942.

Somente com repasses obrigatórios aos Poderes, referente ao duodécimo, o valor foi de R$ 198.144.092. Conforme prevê a lei, ao Tribunal de Justiça foi destinada a quantia de R$ 84.715.264; à Assembleia Legislativa o valor foi de R$ 40.291.590; ao Ministério Público R$ 34.216.166; para o Tribunal de Contas do Estado o valor foi de R$ 28.398.705 e para a Defensoria Pública o repasse foi de R$ 10.522.367.

Para as 141 prefeituras de Mato Grosso, no mês de março, o valor repassado foi de R$ 269.520.053.

A Educação recebeu de recurso referente ao Fundeb a quantia de R$ 130.322.625, além de R$ 7.392.002 também de repasse obrigatório.

À Saúde foi destinada a quantia de R$ 32.116.501 e para o custeio das secretarias de Estado o valor foi de R$ 52.666.824.

O Estado também fez o pagamento de dívidas bancárias na quantia de R$ 203.473.494. Além desses valores, foi bloqueado judicialmente a quantia de R$ 14.701.492 e para as contas especiais (Fundo Estadual de Equilíbrio Fiscal de Mato Grosso, Mato Grosso Saúde e MT Prev) foi repassado o valor de R$ 11.668.945.

Em investimentos, o Estado destinou a quantia de R$ 2.527.217.

Ainda cumprindo os repasses obrigatórios, o Estado repassou ao Fabov (Fundo de Apoio a Bovinocultura de Corte), Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), Cipem (Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso) e Detran a quantia de R$ 1.376.326.

Veja as demais despesas do Estado no quadro abaixo:

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorInflação em todas as faixas de renda acelera pelo quarto mês seguido
Próximo artigoGoverno federal extingue mais de 13 mil cargos efetivos

O LIVRE ADS