Governo de MT tem acordo para compra direta de 1,5 milhão de doses de vacina

Expectativa do governador Mauro Mendes é fechar a compra - cujo dinheiro está assegurado, segundo ele - até sexta-feira

Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

Governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM) afirmou na tarde desta quinta-feira (18) que tem “tratativas razoavelmente avançadas” com fabricantes de vacina contra a covid-19 para fechar uma compra direta para o Estado. Seriam 1,5 milhão de doses.

Depois de ter se reunido com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, na quarta-feira (17) para tratar do assunto, Mendes diz que tenta um novo contato hoje para informá-lo sobre o andamento da possível compra direta do governo do Estado.

A expectativa do governador é fechar o acordo comercial com o laboratório – que ele alegou não poder divulgar o nome – até sexta-feira (19). Isso depende, no entanto, de um aval do governo federal.

LEIA TAMBÉM

No encontro de quarta, segundo Mendes, Pazuello informou que os Estados podem negociar diretamente com os laboratórios, mas que as compra, obrigatoriamente, têm que ser feitas pelo governo federal.

Sendo assim, a proposta do ministro foi “se alguém conseguir, o governo federal paga e coloca as doses no plano nacional de vacinação”, ou seja, elas seriam distribuídas para todo o país.

“Nós estamos há mais de um mês mandando carta para cá, carta para lá. Se for comprar para distribuir no Brasil inteiro não tem muita lógica”, comentou o governador com os jornalistas nesta quinta.

“Mas nós temos o recurso e [a negociação] está em estágio bem avançado”, ele completou. “Deve fechar entre hoje e amanhã e vai depender dessa posição do Ministério”.

(Colaborou Reinaldo Fernandes)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBorracheiro mata mulher e ateia fogo no corpo porque recebeu tapa no rosto
Próximo artigoHomem é esfaqueado pela esposa e se recusa a denunciá-la