Governo de MT retoma teletrabalho com limite de 50% dos servidores

Conforme a Seplag, a medida volta a ser adotada por causa de aumento de contágio da variante ômicron e a gripe H3N2

O Governo de Mato Grosso readotou o trabalho remoto para servidores estaduais, com o limite de 50% de pessoas in loco. A medida foi publicada na edição desta terça-feira (18) do Diário Oficial do Estado. 

A justificativa seria o “aumento exponencial” de servidores com sintomas da variante ômicron, do novo coronavírus, e da gripe H3N2. 

A normativa fica em vigor, inicialmente, até 31 de janeiro, com a possibilidade de revisão das datas. 

As regras para o trabalho remoto seguem o parâmetro do decreto estadual 554/2020. O modelo será adotado com revezamento, limitando o número de funcionários a 50% de cada repartição, presencial e remoto, para os servidores nas área meio. 

O teletrabalho somente deverá ser permitido aos servidores que realizem atividades que permitam a mensuração da produtividade e do desempenho. E o funcionário deve retornar imediatamente para o posto original conforme orientação da chefia. 

Também ficam de fora da adoção do teletrabalho servidores em postos finalísticos, como no exercício policial, de vistoria e saúde. Neste caso, as medidas de contenção serão aplicadas de acordo com regras de cada área. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAuxílio Brasil começa a ser pago nesta terça-feira
Próximo artigoAlexandre Moraes autoriza saída de Roberto Jefferson para exames médicos