Governo de MT lança programa para realizar 23 mil cirugias e 69 mil exames

Investimento pretende "colocar em dia" a fila de espera por procedimentos, que cresceu devido à pandemia

(Foto: Secom-MT)

O Governo de Mato Grosso lançou nesta quinta-feira (15) o programa Mais MT Cirurgias, que vai aportar R$ 105 milhões para tentar zerar a fila por cirurgias eletivas – aquelas em que não há urgência do paciente – no Estado.

A expectativa é realizar 23 mil procedimentos cirúrgicos ao custo de R$ 80 milhões e 69,5 mil exames, somando mais R$ 25 milhões.

LEIA TAMBÉM

Em entrevista coletiva nesta tarde, o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, afirmou que os custos desses procedimentos foram calculados considerando os valores de mercado, ou seja, os pagos por hospitais e planos de saúde da rede privada.

Os valores devem ser distribuídos aos Municípios, que ficarão responsáveis pelas contratações. Ainda de acordo com o secretário, as prefeituras poderão contratar serviços mais baratos que os estimados pelo Estado ou mais caros.

“Se contratar por um valor mais baixo, vai sobrar recurso no caixa para aplicar ainda mais na área da saúde. Se contratar acima, vai precisar de uma contrapartida municipal”, ele explicou.

Como vai funcionar

A adesão ao programa, segundo Figueiredo será voluntária por parte dos municípios. Até agora, 16 consórcios municipais de saúde, 11 hospitais regionais, além dos filantrópicos já demonstraram interesse.

As cidades que aderirem, vão receber um “cardápio” – como o secretário chamou – de procedimentos – entre exames e cirurgias – pré-listados e vão escolher os que tem mais demanda em suas regiões.

Além disso, as prefeituras terão que dar prioridade às pessoas que estão há mas tempo na fila de espera.

Entre os tipos de procimentos que poderão ser realizados estão as seguintes especialidades médicas: ortopedia, cardiovascular, neurologia e oftalmologia, entre outras.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMato Grosso tem mais de 3 mil obras paralisadas, aponta relatório do TCE
Próximo artigoEstão abertas as inscrições para a 3° edição do concurso Miss Cuiabá Plus Size oficial