Governo da Jordânia também quer tirar produção da Netflix do ar

Bem diferente da produção do Porta dos Fundos, a série Messiah também se tornou alvo por tema religioso

Depois de sofrer retaliações do público por conta do especial de Natal produzido pelo Porta dos Fundos, a Netflix lançou Messiah, uma produção que também trata de temas religiosos cristãos.

Messiah busca apresentar a história de Jesus Cristo em um cenário contemporâneo, cercado por debates atuais sobre crenças religiosas e problemas políticos.

E embora bem diferente do material produzido pelo Porta dos Fundos, as reações foram parecidas. O governo da Jordânia insiste para que a série seja removida do catálogo.

A Netflix não retirou a série do ar e, recentemente, para reforçar a divulgação, publicou um vídeo no YouTube onde Mehdi Dehbi, que vive o protagonista da trama, fala sobre seu personagem.

 

“Quando um homem atrai a atenção da mídia, passa a colecionar uma legião de seguidores ao redor do mundo e dá início a um grande movimento espiritual, que acaba causando instabilidade política. Agora, cabe a uma agente da CIA investigar o que está acontecendo e descobrir se ele realmente é uma entidade divina ou um charlatão profissional”, diz a sinopse.

A primeira temporada já está disponível na Netflix.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorO Silêncio dos Inocentes pode ganhar série focada na agente Clarice
Próximo artigoVídeos | Motociclista não se conforma com apreensão de moto e a retira à força de guincho