Governo começa obra de recuperação do anel viário de Rondonópolis

(Foto: Marcos Vergueiro/Secom-MT)

O governador Mauro Mendes assinou, nesta sexta-feira (13), a ordem de serviço para a execução da obra de restauração do Anel Viário de Rondonópolis (217 km de Cuiabá). Orçada em R$ 5,947 milhões, o trecho recuperado tem a extensão de 16 quilômetros, das rodovias MT-483 e MT-270, nos entroncamentos da BR-163, à margem da cidade.

“Estamos dando a ordem de serviço, a empreiteira já está mobilizada, temos o dinheiro em conta para pagar as medições, e vamos cobrar um grande desempenho para que o mais rapidamente tenhamos o trecho entregue para a população”, afirma Mauro Mendes sobre o compromisso de entrega da obra.
Conforme o governador, esta é uma das 114 obras que o governo deu início, logo que mapeadas as obras que estavam paralisadas em todo o estado.
“Encontramos em todas as áreas, saúde, educação, infraestrutura, quase 500 obras paralisadas.Aqui em Rondonópolis são três escolas estaduais que estavam paralisadas e receberam a ordem de reinício. Estamos fazendo isso com cautela para que qualquer obra que seja iniciada tenha efetivamente a sua conclusão garantida”,
“É uma obra importante não só para a cidade de Rondonópolis, porque desafoga o trânsito, mas melhora o fluxo para as cidades vizinhas da região. Espero dentro de 15 dias voltar à Rondonópolis pois nós vamos fiscalizar as obras, ver o andamento e a qualidade”, conta o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira.
O início da obra será no trecho mais crítico, onde há muita circulação de carretas, próximo da BR-163. O contrato prevê o prazo de até oito meses (240 dias) para entrega do trecho, no entanto, a intenção é agilizar os trabalhos e em 150 dias poder disponibilizar a via para tráfego da população.
“É importante que esta obra seja entregue rapidamente para minimizar o desconforto da população. Pedimos ao empresário que trabalhe diuturnamente”, explica.
O prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio, ressalta a importância da obra para desafogar o trânsito urbano que tem sido uma opção de atalho para os caminhões que buscam uma melhor trafegabilidade. “As carretas estavam invadindo o centro da cidade, então a recuperação do Anel Viário é preponderante para o interesse público”.
Na ocasião, o governador visitou também a obra de asfaltamento que interliga a cidade de Tesouro a Guiratinga, na MT-110, que está em andamento com mais de 70% dos 41 quilômetros de asfalto previstos. (Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVizinhos fazem churrasco para celebrar mudança de encrenqueira
Próximo artigoBancos digitais chegam para ficar e ameaçam empregos no setor financeiro

O LIVRE ADS