Governo assina R$ 606 milhões em ordens de serviço para obras de infraestrutura

Recurso será investido em asfaltamento de rodovias e construção de pontes em 62 municípios até o próximo ano

Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

O governo de Mato Grosso assinou ordens de serviços em R$ 620 milhões para pavimentação e restauração de rodovias ao longo de 56 municípios. Os serviços serão coordenados pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra) e irão contemplar a as regiões centro-sul e do Araguaia. 

Conforme a Sinfra, foram autorizados serviços para cerca de 700 quilômetros de asfalto novo, que somam R$ 429,2 milhões; e construção de 40 pontes de concreto, orçadas em R$ 176,8 milhões. 

“Essas ordens de serviços incluem a retomada de obras que estão paradas há mais de 20 anos, assim como há obras novas que os municípios estão esperando há muito tempo”, disse o secretário de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira. 

As obras integram o programa Mato Grosso Mais lançado em 2020 pelo governo estadual. o programa prevê investimentos de R$ 9,5 bilhões, em várias as áreas e regiões de Mato Grosso até o final de 2022. Para a infraestrutura, são estimados R$ 4,7 bilhões. 

As ordens de serviços emitidas hoje incluem obras Chapada dos Guimarães, Campo Verde, Rondonópolis, São José do Xingu, São Félix do Araguaia e Tangará da Serra, por exemplo. Na região do Araguaia estão previstas obras em 25 municípios. 

Conforme o governador Mauro Mendes, nas rodovias, se somados os serviços realizados em 2019 e 2020 e os que estão em execução, mais de 1,6 mil quilômetros serão finalizados até o fim deste ano. 

“Talvez, muitos não esperam que os programas lançados não virassem meras peças publicitárias. Mas, o que estamos planejando é com convicção de que poderemos fazer”, disse. 

Conforme o governo, nos dois últimos anos foram investidos R$ 1,7 bilhão para pavimentação de rodovias e restauração de asfalto e construção de pontes em 40 municípios.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorComerciante que estava desaparecida é encontrada morta na Passagem da Conceição
Próximo artigoCondenado por estuprar a sobrinha pede revisão de sentença e tribunal de MT nega