Governo anuncia aumento do piso salarial dos professores

Reajuste foi acima da inflação e valor vai passar de R$ 2,5 mil para R$ 2,8 mil

O piso nacional do salário dos professores foi reajustado. O valor mínimo a ser pago para o magistério passou de R$ 2.557,74 para R$ 2.886,24. Um aumento de 12,84%, bem acima da inflação de 2019, que atingiu o patamar de 4,31%.

O novo valor, de acordo com o governo federal, corresponde às expectativas da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), que espera agora a elaboração de uma nova lei para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).

A lei atual prevê a manutenção do fundo somente até este ano. O Ministério da Educação prepara a proposta com novas regras.

O anúncio do reajuste do piso salarial dos professores foi feito por meio de uma transmissão ao vivo nas redes sociais pelo presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Educação, Abraham Weintraub.

Segundo o ministro, o reajuste anunciado “é o maior aumento em reais desde 2009.”

Durante a live o presidente também anunciou, ao lado do secretário de Cultura, Roberto Alvim, o lançamento do Prêmio Nacional das Artes, que vai destinar mais de R$ 20 milhões para produção artística nas cinco grandes regiões brasileiras.

O prêmio terá sete categorias, eruditas e populares, e prevê a seleção de cinco óperas, 25 espetáculos teatrais, 25 exposições individuais de pintura e 25 exposição de escultura, 25 contos inéditos, 25 CDs musicais originais e até 15 propostas de histórias em quadrinhos.

O edital será publicado na próxima semana no Diário Oficial da União e no site da Secretaria Especial da Cultura. O divisão do dinheiro entre as regiões será de forma igual.

(Com informações da Agência Brasil)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGoverno diz que homicídios reduziram mais de 20% entre janeiro e setembro de 2019
Próximo artigoVeja quem são os 20 maiores compradores do agro brasileiro

O LIVRE ADS