Governo adia sanção

Expectativa nos corredores da Assembleia Legislativa era que sanção ocorreria nesta quarta (31)

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

O Governo do Estado adiou a sanção do Projeto de Lei Complementar 53/2019 que faz a restituição dos incentivos fiscais em Mato Grosso e, consequentemente, deve elevar a tributação cobrada pelo governo em alguns produtos e serviços. A expectativa nos corredores da Assembleia Legislativa era de que a sanção pudesse ocorrer nesta quarta-feira (31).

Para aprovar a mensagem do governador Mauro Mendes (DEM) os deputados fizeram sessão extraordinária que durou da noite de sexta-feira (26), varou a madrugada e só terminou depois de 7h da manhã de sábado (27).

Em seu Instagram, o governador divulgou nesta terça (30) um vídeo ao lado da diretoria da Lacbom, que levou ao gestor produtos da indústria local e aproveitou para agradecer as mudanças feitas no PLC – que deve proporcionar benefícios a cadeia leiteira de Mato Grosso.

Veja a publicação

Leia também

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorApós desabamento de teto, shopping segue interditado e bombeiros fazem buscas
Próximo artigoLava Jato: PF apura pagamento de propina do Grupo Petrópolis