Governador diz que em 15 dias MT terá mil leitos para atender pacientes com covid-19

O anúncio foi feito durante live realizada pela Ordem dos Advogados do Brasil

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Mato Grosso terá cerca de mil leitos disponíveis para atender pacientes com a covid-19, doença causada pelo coronavírus, em 15 dias. O anúncio foi feito pelo governador Mauro Mendes (DEM), nesta quinta-feira (16), durante live realizada pela Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT), no Instagram.

Nesta sexta-feira (17), Mendes afirmou que apresentará uma planilha contendo todas as informações sobre os leitos de UTI e enfermarias disponíveis pela rede pública de saúde no Estado.

O Governador disse ainda que oficiará o Ministério Público do Estado (MPE) e o Tribunal de Contas (TCE) para que fiscalize as unidades de saúde e verifique se os leitos estão ou estarão de fato disponíveis à população.

“Estamos em uma corrida contra o tempo para que a rede pública tenha condições para atender os afetados pela pandemia. Até o final do mês teremos 120 novas UTIs, além dos 70 novos leitos anunciados no começo da pandemia”, disse o governador.

Dos novos leitos de UTI que estão sendo implantados no Estado, 30 estão no Hospital Metropolitano de Várzea Grande, onde também estão sendo instalados 117 novos leitos de enfermaria.

Na manhã desta sexta (17), o governador fará uma nova vistoria nas obras, que foram iniciadas há duas semanas.

Questão econômica

Durante a live, Mauro Mendes também comentou sobre a questão econômica, e enfatizou que tem tentado manter um equilíbrio para não pender nem para o “fecha tudo” ou “flexibiliza tudo”.

“Temos que tomar medidas para preparar o sistema de saúde para receber os possíveis pacientes, mas também temos que olhar para os milhares de trabalhadores que precisam sair de casa todos os dias para ganhar o seu pão”.

Mauro também criticou os municípios que anteciparam, na avaliação dele, as medidas de quarentena, e agora vivem a pressão para ter que reabrir o comércio, além de já sofrerem com quedas drásticas na arrecadação.

“O pessoal brinca que esse covid é tão danado que daqui a pouco vai quebrar até hospital. As pessoas estão saindo menos à rua, está tendo menos acidente, e muita gente com outras doenças está evitando ir ao hospital”, disse o governador.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSem crise: China será o destino de 85% das exportações brasileiras de soja na safra 19/20
Próximo artigoCoronavírus: 156 pacientes testam positivo para covid-19 em MT