Governador anuncia compra de 3,5 mil novas pistolas para policiais

Mato Grosso é um dos poucos estados onde não há uma arma para cada policial

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O Governo do Estado vai adquirir 3,5 mil pistolas Glock para equipar os policiais militares atuantes em todas as regiões de Mato Grosso.

A medida foi anunciada pelo governador Mauro Mendes, nesta sexta-feira (07), durante evento de entrega da recuperação dos 16 km do Anel Viário de Rondonópolis.

De acordo com o chefe do Executivo, a Polícia Militar hoje possui carência desse tipo de equipamento, situação que coloca em risco não só os próprios militares, mas a população.

“A Polícia Militar, hoje, não tem uma arma para cada um dos policiais. Muitas vezes o policial termina o dia e precisa deixar a arma no batalhão para ser usada por outro colega, e vai para casa sem nada. Mas ele é policial sempre, o tempo inteiro. Prende bandido, dá tapa em bandido e vai para casa sem nada. Um desses bandidos pode enfrentar ele e ele estar desarmado”, afirmou.

Mauro Mendes relatou que Mato Grosso é um dos poucos estados onde não há uma arma para cada policial. O efetivo atual da PM é de 7.145 militares.

“Em todos os lugares o policial tem a sua arma, que é comprada pelo Estado, e em Mato Grosso não. Essa semana eu tive uma reunião com a nossa secretaria de Segurança, com o coronel Assis [comandante-geral da PM], e nós já determinamos: vão ser compradas mais 3.500 pistolas Glock, que são as mais modernas pistolas do mundo, para ser disponibilizadas às nossas forças de Segurança”, registrou.

Para o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, a aquisição dos equipamentos irá contribuir, e muito, para a diminuição dos índices de criminalidade em Mato Grosso, que já estão em escala decrescente. Em 2019, houve redução de 25% nos crimes de roubo, 10% em furto e 8,1% em homicídios.

“A compra dessas 3500 novas pistolas vai permitir que os policiais trabalhem com armamentos de maior qualidade e isso reflete na sociedade, com melhora significativa na sensação de segurança. É um importante avanço para a Segurança em Mato Grosso e faz parte de um grande projeto que estamos desenvolvendo, que é o Tolerância Zero”, explicou.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCliente briga em boate, acusa seguranças de agressão e se nega a pagar conta
Próximo artigoSérie sobre Justin Bieber bate recorde no YouTube