Ginecologista é acusado de abusar de paciente durante procedimento

Caso teria acontecido em Cuiabá, durante a realização de uma cauterização ginecológica

Imagem ilustrativa/ Pixabay

Um ginecologista que atende em hospitais de Cuiabá está sendo acusado por uma paciente, de 42 anos, de ter abusado sexualmente dela durante um procedimento médico de cauterização ginecológica realizado na manhã dessa quinta-feira (22).

O caso teria ocorrido dentro de um consultório de um renomado hospital de Cuiabá. Segundo o relato da mulher, durante o procedimento ela disse ao ginecologista que estava sentindo dor.

O médico, então, teria colocado a mão sobre sua barriga, apertado e descido até seu órgão sexual, acariciando o clitóris dela, realizando três movimentos circulares com o dedo polegar.

A mulher afirmou ter batido na mão do médico e o repreendido, dizendo: “você está me tocando”, mas ele teria se feito de desentendido e questionado se a dor havia passado. Ela, no entanto, só teria respondido que queria sair do consultório o mais rápido possível.

Ao fim da cauterização, ela foi ao banheiro se trocar e, quando retornou ao consultório, o médico já estava com a receita pronta em mãos.

Ela, então, teria falado para ele: “você sabe o que você fez, você me tocou”. Ainda segundo a mulher, o ginecologista teria pedido desculpas e dito que isso nunca havia acontecido. Em seguida, ela foi embora.

O caso foi registrado na 1ª delegacia de polícia de Cuiabá como violação sexual mediante fraude e encaminhado para a Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cuiabá, que ficará à frente das investigações.

O LIVRE tentou contato com o médico, que, até a publicação dessa reportagem, não retornou a ligação contando sua versão do caso.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRepercussão internacional: incêndios ameaçam mercado da carne
Próximo artigoCenário apocalíptico na floresta