Gilberto Gil e Chico Buarque cantam “Cálice” em evento apelidado de “Lulapalooza”

Evento que reuniu curiosos e militantes de esquerda foi realizado em apoio ao ex-presidente Lula

Chico e Gil não se apresentavam juntos desde 1973, na Ditadura Militar (Foto de Ricardo Stuckert)

Imprimindo peso histórico ao evento, o festival Lula Livre, realizado no sábado (28), sob os Arcos da Lapa, reuniu vários artistas, mas foi Gilberto Gil e Chico Buarque que roubaram a cena. Os dois não tocavam juntos desde 1973, período em que o Brasil vivia a era da Ditadura Militar. A primeira canção, Cálice, composta pela dupla e tal qual em 1973, foi entoada com tom de protesto, sugerindo que a democracia brasileira está sendo vítima de um golpe.

“A vida democrática exige o diálogo permanente e constante. Às vezes esse diálogo é mais áspero, às vezes é um pouco mais ameno. Esse momento tem as duas coisas. Tem a música, a solidariedade humana, o afeto a quem a gente muito gosta, mas também a aspereza desse confronto natural que é preciso vivenciar neste momento entre as forças do avanço e as forças do atraso”, disse Gilberto Gil ao repórter-fotográfico e documentarista do Instituto Lula, Rodrigo Stuckert.

(Foto Rodrigo Stuckert)

Um público de mais de 80 mil pessoas, formado por curiosos e militantes – muitos usaram máscaras de papel com o rosto de Lula – reuniu-se para protestar pela liberdade do ex-presidente, preso na sede da Polícia Federal, em Curitiba. Uma carta de Lula foi lida pelo ator Herson Capri. O ato que também foi apelidado por Lulapallosa foi político e cultural por apoio ao líder do Partido Trabalhista.

De acordo com o site Rede Brasil Atual, a Associated Press publicou matéria sobre o assunto, titulada “Celebridades brasileiras realizam show ‘Lula Livre’ no Rio”. “Segundo a agência, apesar de preso, Lula segue sendo o mais popular político brasileiro e lidera com folga as pesquisas eleitorais do país. A reportagem foi reproduzida em jornais como The New York Times, Washington Post, Herald & Tribune e outros”, destacou.

Lula cumpre pena de 12 anos e um mês de prisão em Curitiba por corrupção e lavagem de dinheiro.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorHomem descontrolado corre atrás de populares com facão em Sinop
Próximo artigoDe Pombo-Correio a Mr Postman: espetáculo do Coro Experimental é inspirado pela nostalgia das cartas