Gato foge de casa para acompanhar velório de dona

O bichinho chamado Ópera, era pet de uma das vítimas

Um fato curioso marcou o velório de uma das vítimas de um acidente com um ônibus de turismo, que fazia o trajeto Campos do Jordão-Baixada Santista (SP).

Um gatinho apareceu no velório de Luzia Aparecida Alencar dos Santos, de 32 anos, e da filha dela, Júlia dos Santos, de três. O gato era da garotinha e sozinho até o local da cerimônia.

O ônibus de turismo capotou no trecho de serra, em Pindamonhangaba (SP), sentido São Paulo, atingindo cinco carros e uma moto. Os bombeiros foram acionados para atender a ocorrência por volta das 21h30.

Os corpos de mãe e filha, vítimas do acidente que matou 10 pessoas e deixou 51 feridos, foram velados na Osan, em São Vicente, no litoral paulista. O gato praticamente não saiu do local da cerimônia, apenas sumindo por breves momentos, para beber água e então retornar ao seu lugar.

De acordo com parentes e amigos que estavam na solenidade, o gatinho se chama Ópera, nome escolhido por Júlia. Ele teria aproveitado que o portão da casa estava aberto, quando a família saía para o velório, e se escondeu embaixo do banco do carro. Durante toda a manhã, ele permaneceu em volta dos caixões e, em alguns momentos, ficou sentado em uma cadeira com os familiares.

Ambas foram sepultadas juntas, às 16h de terça-feira (11), no Cemitério Municipal da cidade.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorA teoria das migrações sísmicas
Próximo artigoCigana tenta terminar namoro e acaba espancada por companheiro