Gasto de R$ 14,8 milhões

TCE suspende compra de autogestão de frotas em prefeitura do interior de MT

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) suspendeu um pregão eletrônico da Prefeitura de Confresa (1165 km de Cuiabá), estimado em R$ 14,8 milhões, para a compra de uma empresa especializada em sistema de autogestão de frotas, manutenção preventiva e corretiva, e peças, integrado a um controle de quilometragem de veículos.

A decisão do conselheiro Antônio Joaquim foi publicada na quinta-feira (27) no Diário Oficial de Contas (DOC).

De acordo com a representação encaminhada ao TCE, a Prefeitura de Confresa não respeitou o prazo de publicidade às empresas interessadas na licitação.

Isso porque, apesar de o edital ter sido publicado em 26 de abril, o objeto inicial foi parcelado, e a Prefeitura deveria ter reaberto os prazos. Entretanto, a divulgação do documento teria sido feita no dia 10 de maio e a abertura das propostas em 13 de maio, ferindo o que determina a legislação federal, de um prazo mínimo de oito dias.

O conselheiro Antônio Joaquim acolheu o argumento, ao verificar que somente em um site externo, identificado de Alerta Licitação, foram disponibilizadas informações do pregão.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMãe denuncia amigo da família por estar namorando com sua filha de 13 anos
Próximo artigoVaga para federal