Gallo sobre pagamentos: “O Estado não se serve apenas do servidor público”

Rogério Gallo pontuou que mais importante que os salários, é o pagamento dos fornecedores

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Com o pagamento de salários e fornecedores em atraso e na iminência de deflagração de uma greve geral em Mato Grosso, o secretário de Fazenda, Rogério Gallo, disparou, na manhã desta segunda-feira (18), que o Estado não se serve apenas de servidores públicos.

“Nós temos que voltar o Estado também para o cidadão, com uma boa prestação do serviço público, uma boa saúde, educação, segurança pública, isso é fundamental. Sem os fornecedores pagos em dia, não teremos serviço público de qualidade entregue ao cidadão”, disse Gallo em entrevista ao Bom Dia MT, da TV Centro América.

O secretário pontuou que a situação é preocupante, mas que as medidas para solucionar os problemas foram tomadas pelo Governo e irão dar resultado no médio prazo.

“Em um ano eu creio que a gente consegue trazer o salário para o dia dez. Em 2019 a gente já consegue fazer isso. E, então, concluir 2020 com o salário dos servidores pagos dentro do mês. Mas mais importante que isso é pagar o fornecedor e fazer com que tenham condições de receber, a cada fatura, por serviço prestado ou produto fornecido”.

Remanescente do Governo anterior, sob Pedro Taques (PSDB), Gallo lembrou que no ano passado já havia deixado clara a grande dificuldade financeira do Estado, tanto que foi contrário a concessão da Revisão Geral Anual (RGA) aos servidores públicos.

“Fui contrário porque o Estado não tinha condições financeiras e, tanto ficou provado que não tinha condições, que não conseguimos pagar o 13º dos aniversariantes de novembro e dezembro, e tivemos que escalonar o salário de dezembro, pago em janeiro, e de janeiro, pago em fevereiro”, destacou.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJovem compra Amarok em leilão na internet e perde R$ 43 mil
Próximo artigoPaisagista espancada em casa deve deixar UTI ainda hoje