Galli denuncia senadora por terrorismo após pedido de ajuda aos árabes para salvar Lula

Senadora e presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, gravou um vídeo para TV Al Jazeera, rede árabe de televisão.

Após a senadora e presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, gravar um vídeo para a Al Jazeera, rede de televisão do Catar, afirmando que o ex-presidente Lula é um preso político e pedindo adesão à campanha “Lula Livre”, o deputado federal Victório Galli (PSL) usou a tribuna da Câmara Federal, na tarde desta quarta-feira (18), pedindo providências ao Conselho de Ética do Senado contra o que classificou como “apologia ao terrorismo contra instituições consolidadas da República Federativa do Brasil”.

Galli solicitou a abertura de processo contra a senadora petista por quebra de decoro parlamentar e prática de crime de lesa pátria, com base na lei nº 7.170/83, que define os crimes contra a segurança nacional, a ordem política e social, bem como estabelece seu processo e julgamento.

Confira o vídeo gravado por Gleisi Hoffmann:

https://www.youtube.com/watch?v=cXzjB6Tdrx0

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

2 COMENTÁRIOS

  1. Para de ser populista Deputado essa senadora só denunciou a prisão do Lula que foi ilegal não tem provas de objeto conforme determina o código Penal e a Constituição. E vai rever suas atitudes que trabalha só em prol dos Ricos como por exemplo ferrou os trabalhadores votando na reforma trabalhista.

  2. Para de ser populista Deputado essa senadora só denunciou a prisão do Lula que foi ilegal não tem provas de objeto conforme determina o código Penal e a Constituição. E vai rever suas atitudes que trabalha só em prol dos Ricos como por exemplo ferrou os trabalhadores votando na reforma trabalhista. E jornal Pelego.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorHomem toma posse de fazenda entregue por Nadaf em delação
Próximo artigoAloysio Nunes diz que democracia deve ser conquista dos venezuelanos