Gaeco faz busca contra prefeito suspeito de desviar dinheiro que pagaria médicos plantonistas

Empresa contratada pela Prefeitura de Rondolândia estaria "devolvendo" ao prefeito e à ex-secretária de Saúde parte do dinheiro que recebia

(Foto: Reprodução / MP-MT)

O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco/MT) cumpriu na manhã desta quinta-feira (30) mandados de busca e apreensão contra o prefeito de Rondolândia (1.150 quilômetros de Cuiabá), Agnaldo Rodrigues de Carvalho, e a ex-secretária de Saúde do Município, Kátia Monteiro.

Os dois, além do empresário Nélio de Matos Junior – dono da F. M. da S. Matos – ME -, são suspeitos de desviar dinheiro público por meio de um contrato que supostamente ofereceria serviços de médicos plantonistas” para a cidade. 

Informações contidas no inquérito apontam que, pelo menos, parte do dinheiro recebido pela empresa para pagar os profissionais da saúde, na verdade, acabaram “voltando” para os bolsos do prefeito e da ex-secretária. 

Os mandados de busca foram cumpridos na Prefeitura de Rondolândia – no gabinete do prefeito e na secretaria de Saúde – e em São Francisco do Guaporé (RO), onde fica a sede da empresa e a casa de alguns dos investigados.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAuxílio a profissionais liberais
Próximo artigoFalso médico engana família de PM com exame para detectar câncer no futuro

O LIVRE ADS