Funcionária acusa cliente que passava mal em fila de estar drogada

Cliente sentiu-se constrangida e registrou boletim de ocorrência. Ela passou mal por ficar horas esperando por atendimento

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Uma jovem de 22 anos registrou um boletim de ocorrência nessa quinta-feira (27) após ser constrangida dentro da agência da Caixa Econômica Federal da Avenida Historiador Rubens de Mendonça (a Avenida do CPA), em Cuiabá. Uma funcionária do banco que disse que ela estava drogada.

Segundo a cliente, ela foi até a agência de manhã para sacar seu auxílio emergencial.  Como foi cedo, não teve tempo de tomar café da manhã.

Ela passou a manhã inteira na fila e, devido à demora, acabou passando mal e desmaiando. Outras pessoas que estavam no local, então, chamaram o gerente, que entregou uma senha para que a mulher fosse atendida mais rápido.

Ela entrou na agência, já quase às 13 horas e uma funcionária foi atendê-la. Esta, no entanto, disse que não havia condições de prestar o serviço porque a cliente estaria “drogada, inconsciente”.

Constrangida, a vítima se levantou e saiu com o marido da agência. Após se acalmar, porém, ela retornou e pegou o nome da funcionária para registrar um boletim de ocorrência.

O caso, a princípio, foi registrado como “ocorrências atípicas”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRivenditori celebra um ano revolucionando o mercado de carros de luxo em Cuiabá
Próximo artigoEleições municipais e suplementar ao Senado vão custar R$ 16 milhões