Funciona ou não? Cartilha desmistifica a relação entre comida e a covid-19

Conteúdo é produzido por universitários de Nutrição da UFMT e está disponível na internet

Foto: lifeforstock - br.freepik.com

Consumir bebida alcoólica combate o novo coronavírus? A vitima C previne ou combate a covid-19? Essas e outras perguntas são respondidas pelos estudantes do programa de pós graduação em Nutrição da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Orientados por professores, os universitários criaram uma cartilha e divulgam as informações em um perfil no Instagram. A cartilha “Principais mitos em alimentos relacionados à transmissão do coronavírus” também pode ser acessada na internet.

Os estudantes explicam, por exemplo, que comer alho pode ajudar a prevenir infecções, o que pode incluir a causada pelo novo coronavírus, embora ainda não existam estudos específicos.

“Apesar de haverem evidências na literatura das propriedades antimicrobianas, antifúngicas e até antivirais do alho, não há nenhuma confirmação de que seu consumo combata, especificamente, à covid-19”.

LEIA TAMBÉM

As publicações abordam temas sobre a higiene, questões que envolvem o consumidor, explicações sobre determinados alimentos e métodos eficazes ou não contra o vírus.

“Isso é uma experiência interessante, com a oportunidade de produzir conteúdo em uma linguagem que toda sociedade possa entender, visando gerar uma interpretação correta dos materiais para não confundir o consumidor”, afirma a professora da Faculdade de Nutrição (Fanut), Luciana Kimie Savay da Silva.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEx-presidente Lula vai passar Natal e ano novo em Cuba
Próximo artigoA nossa Torre de Babel