Frustração do União Brasil

Grupo que tinha promessa de ser grande chega ao prazo de filiação com dificuldades de fechar chapa de candidatos

(Foto: Reprodução/Assessoria de Imprensa)

A promessa do União Brasil de ser um partido grande e de fácil articulação política frustrou. O grupo, oficializado em fevereiro, chegou à reta final de filiações em Mato Grosso com dificuldades de fechar a chapa de 25 candidatos. 

Desde a homologação pelo Tribunal Superior (TSE), o novo partido passou mais por instabilidade do que consolidação do nome. Quase todos os deputados estaduais do extinto PSL migraram para outra sigla e nomes de peso do também extinto DEM, estavam em crise a com direção até semana passada. 

As listas incluem ao menos sete nomes. A volta de alguma calmaria só ocorreu no começo desta semana, quando foi anunciada a permanência de Dilmar Dal Bosco e Júlio Campos e Jayme Campos no partido, por exemplo. 

Agora, eles tentam atrair outros deputados estaduais – Sebastião Rezende e Xuxu Dal Molin – para conseguir fechar a chapa de candidatos. As negociações devem encerrar amanhã (2). 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorQuatro pessoas morrem em queda de avião em MT
Próximo artigoHomem mata a esposa, foge, mas acaba preso por vizinho policial militar