Freio nas eleições

Conversas sobre a eleição de 2022 estão afetando as relações instituições na cúpula da Assembleia Legislativa

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A condução dos trabalhos legislativos pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Max Russi (PSB), rendeu crítica pública do primeiro-secretário, deputado Eduardo Botelho (DEM), por causa da antecipação das eleições de 2022. 

Em entrevista nessa quinta-feira (6), Botelho afirmou ter chamado a atenção do colega, que vem dando mais espaço às conversas eleitorais. “Eu disse para ele maneirar, porque agora é hora de cuidar dos deputados. Se ele não mudar, vamos romper”, afirmou. 

Russi tem comentado em entrevista a possibilidade de sair como vice-governador em uma chapa de reeleição com o governador Mauro Mendes (DEM). Primeiro, ele disse que o objetivo principal é um novo mandato de deputado e, depois, que não descartar concorrer ao Executivo. 

As declarações foram feitas apesar de o DEM ainda não ter iniciado as articulações políticas. Outro assunto que tem ocupado a cabeça dos democratas. 

O deputado Max Russi amenizou a declaração de Botelho dizendo que o colega anda “estressado”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSem brecha para contestação
Próximo artigoHomem é libertado depois de passar 15 meses preso por engano