Fraude nas eleições

TSE alerta para fraudadores que usam o nome da instituição para aplicar golpes

(Foto: Reprodução/TSE)

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou que tenha enviado e-mail a eleitores com intimação para participar de votação experimental pela internet. 

Conforme o tribunal, todos os anos, especialmente nos anos eleitorais, são informados à Justiça Eleitoral relatos de pessoas que contam terem recebido mensagens de e-mail ou via aplicativos de smartphone com mensagens enganosas, que se passam por comunicado oficial.  

Essas mensagens sempre oferecem um link de origem duvidosa, que convida o cidadão a clicar para saber mais detalhes. O TSE alerta que são falsas e, ao que tudo indica, são enviadas por criminosos para, por meio delas, coletar dados do cidadão, como o número do CPF, para serem usados em golpes. 

A mensagem falsa que circula atualmente fala de um novo portal de votação eletrônica que teria sido criado pelo TSE para viabilizar a participação nas eleições municipais via internet e ainda atribui ao eleitor multa de R$ 193,44 caso não atenda ao chamado de clicar na mensagem recebida. 

Diz ainda que será possível votar pelo aplicativo e-título. O TSE negou ambas as informações. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPetista que estuprou cadela é encontrado morto em Goiás
Próximo artigoMotorista de app assedia, discrimina e mostra órgão sexual para adolescente