Frases: “existe muita maldade no mundo”, diz acusado de assassinato

"Eu purifiquei minha tia, agora ela está bem”, disse Lumar da Silva; Confira outras declarações que repercutiram na semana

Junto às frases da semana, figuram também os assuntos mais comentados pelos leitores do LIVRE.

Confira o conteúdo na íntegra, clicando nos links.

CRUELDADE

Acusado de matar a tia e arrancar o coração dela diz que não se arrepende do crime

Com oscilações de comportamento e muita frieza, Lumar Costa da Silva, 28, acusado de matar a tia Maria Zélia Cosmos, 55, arrancar seu coração e levar para a filha da vítima, foi ouvido por investigadores da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) nesta quarta-feira (10). O crime com requintes de crueldade aconteceu na rua Rio Negro, no bairro Vila Bela, em Sorriso (400 Km de Cuiabá), no dia 2 deste mês.

EDUCAÇÃO

Pesquisas em risco: professores da UFMT vivem incerteza sobre fornecimento de energia

Pesquisadores da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) têm vivido dias de incerteza desde que a reitoria anunciou que o fornecimento de energia elétrica do campus Cuiabá pode ser interrompido por falta de pagamento. Estudos – alguns deles desenvolvidos há décadas – estariam ameaçados por depender de equipamentos como refrigeradores.

“CPEIORQUE”

Com bolo de 100 kg, comerciante presenteia clientes de padaria há 21 anos

Há 21 anos o CPA III tem um compromisso marcado no dia 2 de julho: a comemoração de mais um aniversário da padaria que vale ouro para qualquer morador da região: a Pão Dourado. Mais do que um estabelecimento comercial, o local já se tornou ponto de encontro e faz parte do dia a dia da comunidade.

 

JUDICIÁRIO

Uso do WhatsApp: Em três anos Judiciário deve estar a um toque do telefone

O corregedor-geral de Justiça, desembargador Luiz Ferreira da Silva, acredita que em três anos a Justiça mato-grossense deve estar “a um toque do telefone”. Segundo ele destacou, não dá para fugir da modernidade e é necessário, cada vez mais, se adequar ao dia a dia.

REFLEXOS DA GREVE

Greve na Educação: pais começam a transferir alunos para a rede particular

De acordo com a empresária que atua no transporte escolar Wellika Fernanda. Das 15 crianças que ela transporta, seis já mudaram de escola. As mudanças começaram a ocorrer na última segunda-feira (1º), quando em assembleia geral, o Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público (Sintet) decidiu manter a paralisação das atividades, apesar da proposta do governo de suspender o corte dos salários dos grevistas.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorKombi com atletas de vôlei se envolve em acidente e sete pessoas vão para hospital
Próximo artigoHomem tenta furtar igreja, cai do telhado, sobe de novo e dá de cara com a PM

O LIVRE ADS