Fotógrafo Lenine falece em Cuiabá

Fotojornalismo de Mato Grosso perde um profissional competente e dedicado

O repórter fotográfico Lenine Martins, de 64 anos, faleceu nesta manhã de sexta-feira (23), em Cuiabá, de covid-19.

Lenine, que por 41 anos atuou como repórter fotográfico da Secretaria de Estado de Comunicação, estava internado desde o início do mês na UTI de um hospital particular de Cuiabá. Há três semanas ele precisou ser entubado devido ao agravamento de seu caso.

Lenine deixará saudades no meio artístico e jornalístico de Mato Grosso – e o LIVRE se solidariza com familiares e amigos.

O Governo de Mato Grosso divulgou nota lamentando o falecimento do fotojornalista. “Lenine era servidor efetivo e atuou por 41 anos na Secretaria de Comunicação. Mesmo após a aposentadoria, continuou fotografando e permaneceu no Estado como funcionário comissionado entre os anos de 2014 a 2019”.

Ele começou a trabalhar para o governo na gestão de José Fragelli, entre os anos de 1971 e 1975. Na época, um funcionário da assessoria de imprensa do então governador. Tornou-se fotógrafo no governo de Frederico Campos, entre 1979 e 1983.

O secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, lamentou a morte do fotógrafo e externou condolências à família e amigos.

“Foi um funcionário que dedicou sua vida a servir ao Estado. O trabalho de Lenine está registrado na história da fotografia de Mato Grosso. Que Deus dê forças aos familiares e amigos e abençoe a todos neste momento difícil”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTrabalho remoto cresce seis vezes
Próximo artigoMais de 11% dos mato-grossenses já fizeram teste de covid-19