|Quinta-feira, 17 Janeiro 2019
Foto: Assessoria

Fórum Agro MT reúne-se para avaliar proposta do novo Fethab

Uma contraproposta do setor será apresentada na próxima segunda-feira (14) ao governador e deputados

COMPARTILHECOMPARTILHE

As alterações feitas pelo Governo do Estado de Mato Grosso em Projeto de Lei para o Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab), entregue ontem (10) à Assembleia Legislativa (ALMT), estão sendo analisadas pelas lideranças que compõem o Fórum Agro MT. Uma contraproposta do setor ao projeto será apresentada na próxima segunda-feira (14) ao governador e deputados.

O Fórum, formado por lideranças da Famato, Aprosoja, Ampa, Acrimat, Acrismat e Aprosmat, reuniu-se nesta sexta-feira (11) na Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato). Também participaram representantes dos setores de cana de açúcar (Sindalcool), madeira (Cipem), etanol de milho (Unem), feijão, trigo e irrigantes (Aprofir).

A decisão por apresentar uma contraproposta foi tomada na última terça-feira (08/01) juntamente com o governador Mauro Mendes e sua equipe econômica em uma reunião na Famato. Na ocasião, as entidades discordaram da proposta feita pelo Poder Executivo. Ao analisar os dados nesta sexta-feira, mantiveram a mesma decisão.

“A nova proposta não leva em consideração o impacto negativo que causará na atividade. Foi feita para fechar as contas do governo e não podemos ficar a todo momento a mercê de decisões para cobrir o rombo do estado. O governo é novo, mas o estado é o mesmo. Até agora não ouvimos propostas para realmente acabar com o crescimento dos gastos. Na próxima semana vamos apresentar para o governo a nossa contraproposta”, afirmou o presidente do Sistema Famato e do Fórum Agro, Normando Corral.

Segundo o Projeto de Lei, o fundo passará a incidir sobre as operações de exportações e, além da soja, algodão, madeira e gado em pé, outros produtos primários como o milho, cana de açúcar e a carne para exportação também serão taxados. Mais da metade da finalidade do fundo, que até então era para obras de infraestrutura em estradas, será destinada para outros investimentos do governo.

O setor produtivo rural discorda da proposta de unificação das versões Fethab e Fethab 2, do prazo de permanência do imposto e do acréscimo da cobrança sobre as demais culturas.

Deixe um comentário

Please enter your name here
Please enter your comment!

LINKS PATROCINADOS

DESTAQUES

Bairro Cuiabá História Municípios Policia
Enã, jovem autista se forma em medicina e se emociona com homenagem inesperada. Veja!
Comportamento inadequado pode fazer Hya responder por homicídio, diz delegado
Rede de hotéis oferece diárias a partir de R$ 99,90 em Cuiabá
Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
Em meio a protesto e gás de pimenta, deputados aprovam restrição da RGA e novo Fethab
Com aval de Paulo Guedes, governador de Mato Grosso decreta calamidade financeira
Em Brasília, Mauro cobra FEX e anuncia decreto de calamidade financeira em MT
Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
Comercialização da safra 17/18 do algodão mato-grossense entra na reta final
IBGE: PIB dos municípios do agronegócio tem crescimento médio de 13,65% em MT
Brasil vai exportar material genético bovino e bubalino para o Suriname
Artes Cênicas Artes Plásticas Artesanato Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia LIteratura Música
Produtores de Family Guy dizem que piadas sobre homossexuais estão sendo boicotadas
Museu de Arte Sacra reabre as portas e convoca fotógrafos para exposição coletiva
Prefeitura convoca interessados em participar de projeto de celebração dos 300 anos
Corrupção Economia Eleições Estados Política
Tarifas de embarque em aeroportos terão aumento de 5,39%
Macri: viagem ao Brasil é começo de salto para a frente no Mercosul
Bolsonaro defende Mercosul enxuto e com relevância
Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
Rede de hotéis oferece diárias a partir de R$ 99,90 em Cuiabá
Sine-Cuiabá tem 79 vagas e salários de até R$ 2.300 esta semana; confira
Sine em Mato Grosso oferece mais de 1,4 mil ofertas de emprego
X