Forças de segurança apreendem mais de 400 quilos de cocaína em MT

Com base em uma denúncia anônima, foi montada uma força-tarefa entre Gefron, PF e PRF

(Foto: Assessoria/Gefron-MT)

Em ação conjunta, o Grupo Estadual de Segurança na Fronteira (Gefron), a Polícia Federal (PF) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreenderam 407 quilos de substância análoga a cloridrato de cocaína, no sábado (31.10).

A apreensão ocorreu próximo à cidade de Planalto da Serra (260 km ao Leste de Cuiabá), dentro da Operação Hórus/Vigia.

Equipes policiais receberam uma denúncia anônima, de que um caminhão Ford Cargo de cor branca estaria transportando grande quantidade de entorpecentes, e que uma caminhonete Hilux de cor prata estaria sendo utilizada como “batedor”.

Com essas informações, foi montada uma força-tarefa entre Gefron, PF e PRF, que se deslocou até as rodovias MT-140 e MT-020.

Já próximo a Planalto da Serra foram visualizados o veículo Hilux e o caminhão logo atrás. Os policiais fizeram a abordagem e localizaram no caminhão um compartimento secreto tipo “mocó”, contendo 401 tabletes de substância análoga a cloridrato de cocaína, totalizando 407,15 kg.

Os três suspeitos foram presos por tráfico ilícito de drogas. Juntamente com os materiais e os veículos eles foram encaminhados para a Polícia Federal de Cuiabá, para as providências que o caso requer.

O prejuízo estimado ao crime, somando a droga e os veículos apreendidos, é de mais de R$ 12 milhões.

Outra ação na fronteira

Também durante a Operação Hórus/Vigia, em continuidade à força tarefa entre Gefron e a Delegacia Especial de Fronteira (Defron), policiais faziam patrulhamento na MT-265, em Porto Esperidião (325 km a Oeste da capital), na fronteira com a Bolívia, e abordaram um veículo Volksvagen Saveiro de cor prata. A ação ocorreu no final da tarde deste sábado (31.10).

O Gefron fez a checagem e constatou que o carro, ocupado por duas pessoas, havia sido roubado poucas horas antes, no distrito de Adrianópolis-MT. As vítimas eram um casal de idosos. Segundo o registro de ocorrência, os suspeitos usaram de violência para praticar o crime. Durante a checagem dos ocupantes foi verificado que um deles possui um mandado de prisão em aberto, na Comarca de Comodoro (MT), pelo crime de estrupo de vulnerável.

Diante dos fatos, o veículo e os ocupantes foram encaminhados para a Defron. O prejuízo ao crime é de R$ 43 mil. (Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorApós apoio a Fávaro, prefeito recebe R$ 470 mil do PSD
Próximo artigoHaverá segunda onda da covid-19? Médico diz ser mais provável uma primeira prolongada