“Foi um ato covarde”, diz liderança de bloqueio desmobilizado pela PRF

Segundo a PRF, dos 27 pontos de manifestação que existiam em Mato Grosso, restaram apenas 4

BR-070 depois da desobstrução (Foto: PRF)

Caminhoneiros desmobilizados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na madrugada desta quarta-feira (30) estão revoltados com a forma com que foram abordados. “Foi um ato covarde”, declarou Osmar Martins, uma das lideranças do bloqueio na entrada de Cuiabá.

Ainda segundo o caminhoneiro, eles foram pegos de surpresa. “Eles assustaram todo mundo, um monte de policial e soldado do exército, batendo nas portas dos caminhões, helicóptero sobrevoando. Todos dormindo, desarmados. Tiraram na base da pressão, como sempre fazem”.

O mesmo ponto, inclusive, foi alvo de disparos balas de borracha e bombas de gás por parte do Exército na noite da última terça-feira (29), quando manifestantes, pró-intervenção militar, sentaram no meio da pista na tentativa de impedir a passagem de carretas que vinham de Rondonópolis e eram escoltadas pelos soltados.

Conforme o superintendente da PRF, Aristóteles Cadidé, dos 27 pontos de manifestação que existiam em Mato Grosso até o fim da tarde de ontem, restaram apenas quatro, sendo eles em Nova Mutum, Lucas do Rio Verde, Sorriso e Sinop.

“Todos os outros foram desmobilizados pela polícia federal e pelas Forças Integradas. Somente nesses 4 pontos que ainda há restrição para passagem de veículos de carga, mas automóveis estão trafegando normalmente. Não há pontos de bloqueio”, explicou.

Ainda conforme o superintendente, alguns manifestantes estão tentando retornar à manifestação, mas os pontos estão sendo monitorados pelo Exército e pela polícia federal. “Quero deixar claro que não está sendo impedida a livre manifestação, desde que seja fora do eixo da rodovia, garantido o ir e vir”.

Cadidé ressaltou que a ação realizada na madrugada de hoje atendeu a determinação da Justiça Federal para que fosse assegurada a fluidez do tráfego nas rodovias de todo o país. “As ações de desmobilização têm ocorrido de modo pacífico”, finalizou.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAgropecuária lidera desempenho da economia no 1º trimestre
Próximo artigoAfetados pela crise: ladrões furtam gasolina de cemitério em cidade de MT

O LIVRE ADS