Flexibilização: confira os novos horários de funcionamento do comércio em Cuiabá

Parte dos setores autorizados estava há quatro meses de porta fechada

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) anunciou na tarde desta segunda-feira (27) as novas regras para a reabertura do comércio na capital. Dentro do pacote foram estipulados horários diferentes para cada atividade, com o objetivo de reduzir as aglomerações, principalmente no transporte coletivo.

De acordo com Pinheiro, as mudanças também serão implantadas em outros setores ainda fechados, como as escolas, para reduzir o trânsito e dar mais qualidade de vida às pessoas.

Na lista de atividades liberadas estão o comércio de rua, shoppings centers, o shopping popular, o setor de serviços e conveniências.

A retomada foi autorizada por um decreto estadual publicado na semana passada. Contudo, as regras precisavam ser estabelecidas pelas prefeituras.

Novos horários de funcionamento em Cuiabá

  • Comércio de rua: de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. E, no sábado até meio dia.
  • Shoppings Centers: de segunda a sexta-feira, das 11h às 21h.
  • Shopping Popular: de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. E, no sábado até meio dia.
  • Setor de serviços: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. E, no sábado até meio dia.
  • Conveniência: de segunda a sexta-feira, das 12h às 21h. E, no sábado até meio dia.
  • Academias: de segunda a sexta-feira, das 6h às 12h e das 16h às 21h. E, no sábado até meio dia.
  • Bares e restaurantes: todos os dias, das 11h às 21h.
  • Salões de Beleza: de segunda 10h ás 20h. E, no sábado até meio dia.

Outras regras

Os shoppings centers não poderão abrir nos finais de semana e feriados, a não ser o setor de alimentação, que poderá atender no sistema delivery até à 0h.

As farmácias estão liberadas para atender em sistema de entrega em casa por 24 horas.

Também continua o toque de recolher entre 22h e 5h da manhã em Cuiabá.

Avaliações

A cada sete dias, conforme o prefeito, serão revistas as medidas, que podem ser afrouxadas ou mais restritivas, dependendo apenas do comportamento do vírus.

No casos dos ambulantes, feirantes e igrejas, os casos estão em fase de estudo. Porém, nesta semana ainda, há a expectativa de que as regras sanitárias para os funcionamento das feiras sejam anunciadas, afirmou Pinheiro, na live em que anunciou o decreto normatizador das atividades.

Durante o pronunciamento, o prefeito aproveitou para lamentar a participação de Cuiabá nos telejornais nacionais com a superlotação de bares na Praça Popular. Na opinião dele, é horrível para a cidade ser conhecida como uma cidade onde os habitantes não estão nem aí para a pandemia.

LEIAM TAMBÉM:

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorQuer se exercitar em casa? Prefeitura de MT dá aulas grátis pela internet
Próximo artigoO Servidor Público para Servir