Fiscalização: Sema resgata 12 tartarugas e apreende 110 kg de peixes

Operação contra pesca predatória foi realizada em 13 municípios; peixes foram doados para hospital

Durante 10 dias de fiscalização integrada contra a pesca predatória, 12 tartarugas foram resgatas em Mato Grosso. A operação foi realizada pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), em parceria com a ONG aliança da Terra e Polícia Militar.

A fiscalização aconteceu no final de julho e envolveu áreas de preservação permanente e do Parque Estadual do Xingu.

Segundo a assessoria do Governo, as tartarugas foram devolvidas ao seu habitat natural.

Além delas, também foram apreendidos 110 quilos de peixes das espécies matrinxã, pacu, ferrada, piau, sardinha e pirarucu. Também foram encontrados carnes de caça e apetrechos proibidos de pesca como redes, espinhéis, arpão e boias. Os peixes foram doados para o Hospital de São Félix do Araguaia.

Além das ações contra a pesca predatória, os fiscais atuaram também contra as queimadas florestais, ao se depararem com um foco de incêndio de grande porte em Jacaré Valente, Distrito de Confresa, atingindo cerca de 60 hectares de mata.

A operação ocorreu nos municípios de Bom Jesus do Araguaia, Serra Nova, Novo Santo Antônio, São Félix do Araguaia, Luciara, Santa Teresinha, Vila Rica, Confresa, Porto Alegre do Norte, Cana brava do Norte, Alto Boa Vista, Santa Cruz do Xingu e São José do Xingu.

Denúncias

O cidadão pode denunciar a pesca depredatória e outros crimes ambientais à Ouvidoria Setorial da Sema: 0800-65-3838 ou via WhatsApp no (65) 99281-4144. Outros telefones para informações e denúncias: (65) 3613-7394 (Setor Pesca), nas unidades regionais da Sema ou aplicativo MT Cidadão.