Fiscalização: 70 km de fios irregulares são retirados em Cuiabá

Extensão é maior que a distância entre Cuiabá e Chapada dos Guimarães (65 km da capital)

(Foto: Energisa/Divulgação)

O emaranhado de fios nos postes de luz de Cuiabá é uma cena comum em alguns pontos da capital. Para mudar essa realidade, a Energisa intensificou a fiscalização de cabos de telecomunicação. Só no ano passado, mais de quatro toneladas de fios foram retiradas das estruturas.

Os equipamentos, segundo a concessionária, estavam irregulares ou clandestinos.

A quantidade retirada representa 70 km de rede elétrica na cidade. A extensão é maior que a distância entre Cuiabá e Chapada dos Guimarães (65 km da capital).

Além do fim estético, a fiscalização foi feita com o objetivo de monitorar se os equipamentos estão sendo instalados corretamente.

Conforme a legislação em vigor, a manutenção dos cabos de telecomunicações deve ser feita pelas empresas proprietárias, ou seja, aquelas que instalaram o material.

LEIA TAMBÉM

No ano passado, sete empresas que estavam ocupando postes de maneira irregular tiveram os equipamentos retirados.

“Nesses casos entramos em contato imediatamente e tentamos regularizar a situação”, afirmou o coordenador de projetos e construção da Energisa, Marcelo Donizeti.

Ao identificar irregularidades na instalação, as operadoras que possuem contrato são notificadas para que realizem a adequação dos cabos. Caso a empresa não realize a adequação dos cabos, os cabos são removidos.

Os equipamentos considerados clandestinos também são retirados.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAtor de Aquaman se empolga com participação em Matrix 4
Próximo artigoEstados Unidos reabrem mercado para carne in natura do Brasil

O LIVRE ADS