Fique atento! Motoristas de aplicativo são acusados de continuar corrida após passageiro descer

O golpe tem sido mais comum do que você imagina e o LIVRE te conta como funciona para você não cair nessa

Imagem ilustrativa

Você chama uma motorista em seu aplicativo de preferência, seleciona o pagamento com cartão de crédito, ele chega, você confere a placa, entra no carro. Até aí tudo bem. Mas ao descer do veículo no seu destino, esquece de pedir que ele finalize a corrida. Bingo! Você deu a deixa para que profissionais mal intencionados – e vale destacar que não são todos – apliquem um golpe.

A tática é fingir finalizar a corrida e, após o passageiro descer, continuar andando pela cidade como se ele ainda estivesse no carro. Assim, os golpistas acumulam mais valor, que o usuário vai pagar quando a fatura do cartão de crédito chegar.

Não funciona no caso de corridas pagas com dinheiro. Além do pagamento em cartão de crédito, os feitos com voucher tem sido alvos do golpe muito mais do que você imagina.

O LIVRE vem apurando essas informações há algumas semanas, após a reportagem ser avisada por motoristas corretos do que alguns colegas vinham fazendo. Até um de nossos repórteres foi vítima.

Nessa terça-feira (10), uma vítima publicou seu caso no famoso grupo de reclamações de consumidores no Facebook, o Aonde Não Ir em Cuiabá, e desencadeou o depoimento de várias outras pessoas que viveram a mesma situação.

Esquecer de pedir para o motorista finalizar a corrida é a oportunidade para cair no golpe (Foto: Reprodução)

Lyandra Márcia, contou que após pedir um carro pelo aplicativo Uber, na última sexta-feira (6), além de o motorista estar em um veículo sem placas, correr muito durante a viagem, fazer ultrapassagens indevidas e ser irresponsável no trânsito, quando ela desceu, ele não finalizou a corrida.

“Quando cheguei ao meu local de desembarque, achei que ele tinha finalizado a corrida, mas o motorista não fez isso. Rodou a cidade inteira”, ela contou.

O que era para ser uma corrida de R$ 14,73 se tornou um gasto de R$ 33,65 – ela publicou prints que comprovam a afirmação. A corrida estava com pagamento em cartão de crédito.

Lyandra afirmou já ter entrado em contato com a Uber, mas que ainda aguarda uma resposta da empresa.

Outras vítimas

O relato de Lyandra desencadeou dezenas de outros. Uma usuária contou que, no seu caso, uma corrida de R$ 7,50 chegou ao valor de R$ 81,33 no aplicativo 99 Pop.

Ela afirmou que entrou em contato com a empresa, mas até o momento do comentário, ainda não havia recebido resposta. A corrida que ela questiona foi no dia 8 de março.

Outra usuária de transporte via aplicativo relatou que desceu em sua casa, em Cuiabá, mas o motorista só finalizou a corrida em Várzea Grande, o que fez com que, ao invés dos R$ 17 previstos pelo percurso, ela pagasse R$ 53.

Ela afirmou ter entrado em contato com a Uber, mas que eles se recusaram a corrigir o erro.

Veja outros relatos de usuários:

O que dizem a 99 Pop e a Uber?

Em nota, a 99 Pop afirmou que está apurando o caso após o contato do LIVRE, mas que não possuía informações sobre corridas em que os incidentes possam ter ocorrido.

Ainda assim, a empresa lamentou a experiência reportada pelos passageiros e orientou que, em casos como esses, que vão contra os termos de uso da plataforma, os passageiros reportem imediatamente à Central de Atendimento pelo telefone 0300 3132 421.

Segundo a 99 Pop, pelo telefone, uma equipe de especialistas pode oferecer o suporte necessário e a empresa pode adotar medidas corretivas, o que pode chegar ao bloqueio do perfil do motorista.

A assessoria da Uber, por sua vez, afirmou que checou o caso de Lyandra e que o suporte realizou a devolução do valor cobrado a mais assim que constatado o erro, no mesmo dia que a corrida foi realizada.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDiretor de Guardiões da Galáxia ensina a fazer a dancinha do Baby Groot
Próximo artigoA melhor adega pra você! Saiba escolher