Fiocruz mantém recomendação para intervalo de 90 dias entre doses

Estados querem reduzir período para aumentar a proteção contra as novas variantes do covid-19, o que é desaconselhado pelo Ministério da Saúde

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre )

Quem pensou que os imbróglios envolvendo a aplicação da vacina haviam acabado se enganou. Desta vez a discussão é sobre qual o intervalo adequado entre as doses, já que os Estados estão reduzindo o tempo entre a primeira e a segunda para inibir a disseminação das novas variantes e o Ministério da Saúde e a Fiocruz manifestaram se contra a mudança dos prazos.

Com a entrada da variante delta no país, alguns estados decidiram reduzir o intervalo para tentar impedir que o número de casos aumentem e causem ainda mais colapso no sistema de saúde. Eles chegaram a pedir que o Ministério da Saúde fizesse a recomendação para redução, porém o órgão foi desaconselhado pela Câmara Técnica.

Enquanto as discussões se acirravam, as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Acre, Santa Catarina, Tocantins, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e Piauí. Mato Grosso também estuda a possibilidade de reduzir o intervalo de 90 dias entre as doses para 70 dias.

Contudo, ontem, a Fiocruz divulgou uma nota, nesta terça-feira (13), na qual reforça o posicionamento do Ministério da Saúde sobre o intervalo de 90 dias, por considerar seguro (devido às pesquisas realizadas com base neste período) e a eficiência do imunizante Oxford/Astrazeneca.

Segundo a Fiocruz, que produz a vacina no Brasil, vários estudos comprovam a proteção do imunizante, principalmente no Canadá e no Reino Unido. As pesquisas mostram uma eficácia contra a nova cepa de 71% na primeira dose e 92% na segunda.

LEIA TAMBÉM:

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorInscrições do Enem terminam hoje
Próximo artigoPolicial saindo de serviço impede ladrão de fugir com carro roubado