Fiocruz diz que entregará as primeiras doses de vacina nacional em fevereiro

Fundação informou que tem inumo para a fabricação de 21 milhões de doses em diferentes fases de produção

(Foto: Léo Ramos Chaves/Instituto Butantan)

As primeiras doses do imunizante 100% nacionais devem ser entregues ao Ministério da Saúde em fevereiro.

De acordo com a Fundação Oswaldo Crus (Fiocruz), o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz) dispõe, no momento, de insumo o suficiente para a fabricação de 21 milhões de doses, em diferentes etapas de produção e controle de qualidade. 

“Com a aprovação pela Anvisa, garantimos a autossuficiência do nosso Sistema Único de Saúde (SUS) para a vacina, que vem salvando vidas e contribuindo para a superação dessa difícil fase histórica do Brasil e do mundo”, disse a presidente da Função, Nísia Trindade Lima. 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou ontem (7) a Fiocruz que utilize o Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) feito pela própria fundação na fabricação da vacina contra covid-19. 

A produção nacional começou em julho de 2021, após a assinatura do contrato de Transferência de Tecnologia com a parceira AstraZeneca. A absorção da tecnologia ocorreu em tempo recorde, cerca de um ano, quando esses processos costumam levar cerca de 10 anos. 

Segundo a Fiocruz, a Anvisa comprovou a equivalência do processo produtivo, ou seja, que as vacinas produzidas com o IFA de Bio-Manguinhos/Fiocruz “possuem a mesma eficácia, segurança e qualidade daquelas processadas com o ingrediente importado”. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCesta básica ficou mais cara em todas as capitais em 2021
Próximo artigoVacina aos sábados