Fim de ciclo?

Após 30 anos na Assembleia Legislativa, em diferentes posições, Romoaldo irá deixar o rodízio de cargos neste ano

Deputado estadual Romoaldo Júnior (Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

O suplente de deputado estadual Romoaldo Junior (MDB) deve interromper em 2022 uma carreira de mais de 30 anos na Assembleia Legislativa por força de uma decisão judicial que o deixou inelegível. 

Conforme o advogado do partido, Francisco Faiad, o suplente escolheu não recorrer da decisão de agosto de 2021 que retirou seus direitos políticos durante três anos, na condenação por irregularidades na gestão de prefeito de Alta Floresta. 

Romoaldo está na Assembleia Legislativa desde 1990, ano em que foi eleito pela primeira vez. Desde então, se afastou do cargo de deputado somente para exercer o de prefeito na década de 2000. 

É considerado o parlamentar mais antigo no cargo. Já foi vice-presidente e secretário legislativo e hoje ocupa a posição de primeira suplência de deputada Janaína Riva (MDB), após não conseguir votos o suficiente para manter a titularidade, em 2019. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJuína: liminar bloqueia bens de ex-prefeito falecido
Próximo artigoPrevisão do tempo: rebuça quem pode e enfrenta o frio quem tem compromisso