Fim da pensão para ex

STF determinou que pagamento de pensão a ex-governadores de MT sejam encerrados

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Por unanimidade, o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou que seja encerrado em Mato Grosso o pagamento de pensão para ex-governadores, ex-vice-governadores e substitutos constitucionais.

A decisão, publicada no Diário da Justiça Eletrônico desta terça-feira (6), atinge diretamente seis ex-governadores ainda vivos, uma ex-vice-governadora e as esposas de outros sete ex-governadores que já morreram.

Os ex-governadores que recebem pensão são: Julio Campos (DEM), Jayme Campos (DEM), Frederico Campos, Moisés Feltrin, Carlos Bezerra (MDB), Edison Freitas de Oliveira e José Rogério Salles (PSDB).

O ex-governador e atual ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP), abriu mão do benefício. Iraci França, que foi vice-governadora do primeiro mandato de Maggi, contudo, ainda recebe a pensão por conta do cargo em que exerceu.

As esposas de ex-governadores já falecidos que recebem o benefício são: a atual prefeita de Chapada dos Guimarães, Thelma de Oliveira (por Dante de Oliveira), Maria Lygia de Borges Garci (por José Garcia Neto), Cândida dos Santos Faria (por Wilmar Peres Faria), Maria de Lourdes Ribeiro Fragelli (por José Fragelli),  Darcy Miranda de Barroso (por Cássio Leite de Barros), Sônia Maria Gomes (por Jary Gomes) e Maria Valquiria dos Santos Cruz (por Roberto Vieira da Cruz).

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEstância Bahia realiza em dezembro Leilão pela Vida do HCanMT
Próximo artigoMaggi conhece fabricante de máquinas pesadas na China