Filmagens das sequências de Avatar são retomadas na Nova Zelândia

As filmagens das sequências do sucesso Avatar, interrompidas por conta da pandemia do Covid-19, foram retomadas essa semana na Nova Zelândia. Para celebrar o retorno ao trabalho, Jon Landau, um dos produtores do filme, divulgou uma imagem dos bastidores. Confira a publicação original abaixo:

“Usando meu iPhone para tirar uma foto da nossa primeira filmagem voltando a produção das sequências de Avatar”, disse Landau em postagem desta segunda-feira (15)

Quer assistir essa e outras grandes obras do cinema e da televisão? Assine SKY e receba o melhor conteúdo no conforto da sua casa.

As gravações estão acontecendo na Nova Zelândia, país onde os casos de COVID-19 estão praticamente controlados. A nação de 5 milhões de habitantes declarou estar livre do coronavírus, e apesar de casos isolados, tenta aos poucos retornar à normalidade pré-pandemia.

Na trama do primeiro filme, apesar de não ter mais os movimentos da perna, o ex-fuzileiro naval Jake Sully ainda sente que pode ser um guerreiro. Sua intuição começa a se tornar realidade quando ele viaja anos-luz até a estação espacial montada no Planeta Pandora. Habitado por grandes seres azuis, os Na´vi, o local tem uma atmosfera fatal para qualquer terrestre. Por isso, oficiais criaram o programa Avatar, em que um corpo biológico, híbrido de humano e Na´vi, pode ser comandado a distância. O filme faturou quase 3 bilhões de dólares na bilheteria, um sucesso impressionante.

A SKY oferece os melhores pacotes de TV por assinatura e também de Internet em todo o Brasil.

Avatar 2 tem previsão de lançamento para dezembro de 2021. Já Avatar 3 chega às telonas em dezembro de 2023. Se forem confirmados, os filmes 4 e 5 chegam em dezembro de 2025 e de 2027, respectivamente. Não foram reveladas informações sobre as novas tramas.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior“Recomendação impositiva” a prefeitos
Próximo artigoMais 40 UTIs: governo faz parceria para novos leitos em dois municípios

O LIVRE ADS