Filho é preso após tentar matar a própria mãe com marreta

Vítima sofreu afundamento craniano e perda de massa encefálica

Imagem ilustrativa / Pixabay

Um jovem de 26 anos foi preso nessa segunda-feira (9) após tentar matar a própria mãe, de 59 anos, com golpes de marreta.

O caso aconteceu no Bairro Marajoara, em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá), por volta das 15h40. O suspeito acabou detido pelos vizinhos, que acionaram a polícia.

Aos policiais, os vizinhos informaram que um filho estava enforcando a própria mãe. Quando a equipe se deslocava para o local, no entanto, recebeu um novo chamado dizendo que o suspeito havia esfaqueado a mulher.

Os policiais chegaram no local e encontraram uma grande aglomeração de pessoas e o suspeito detido pelos vizinhos. Eles também entregaram uma marreta suja de sangue, que, segundo as testemunhas, havia sido usada pelo rapaz para agredir a mãe.

Os militares entraram na casa e encontraram sangue nas paredes e no chão, em vários cômodos. A vítima, no entanto, já não estava presente. Ela havia sido levada por familiares para o Pronto-Socorro.

O suspeito foi preso e colocado na viatura. A equipe policial, então, foi até o Pronto-Socorro ver como estava a vítima.

A mãe foi encontrada no box de emergência do PS, consciente, mas sem condições de narrar o que havia acontecido.

O médico disse aos policiais que ela havia sofrido afundamento craniano e perda de massa encefálica e precisaria ficar internada, sob cuidados médicos.

Depois, os militares levaram o suspeito para a Central de Flagrantes de Várzea Grande. Ele estava com marcas vermelhas pelo corpo, causadas pela vítima quando tentava se defender e também pelos vizinhos, quando o detiveram.

O caso foi registrado como tentativa de homicídio doloso.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCadore é novo presidente da Aprosoja
Próximo artigoMotorista de aplicativo é preso por estuprar sobrinha de sete anos