Festival Braseiro de Rondonópolis terá dois palcos com shows simultâneos

A 7ª Edição do evento será realizada no dia 24 de agosto na Villa Toscana Residencial

Foto: Assessoria

O Festival Braseiro se reinventa e proporciona uma experiência diferenciada para o público a cada evento. Sendo 100% beneficente, esta edição apresenta duas grandes novidades: dois palcos simultâneos e uma atração de MPB.

Os shows do palco principal serão de sertanejo universitário, rock, folk e blues. Já no palco 2, as atrações irão se dividir entre MPB, rock acústico e sertanejo raiz.

O palco central terá três atrações, a dupla Denner e Douglas, a banda paulista, O Bardo e o Banjo, que toca folk, bluegrass e caipira em todo o Brasil e também se apresentará nesse palco, a Allane Carvalho de Sinop, ao som do pop rock.

O palco 2 também terá 3 atrações, o Marquinhos com muito sertanejo e moda de viola. A banda Red River, que resgata os clássicos do rock em suas apresentações, além de Jabas que vai comandar a cena do MPB no festival.

De acordo com Marco Tulio, o evento está cada vez maior e é preciso oferecer um ambiente agradável para todos. “Na edição em Cuiabá tivemos mais de 53 estações, então o som ficou concentrado no centro do evento, como a cada ano o Braseiro cresce, queremos ofertar um bom ambiente para todos”, comenta.

Já foram comercializados 70% dos ingressos e o público estimado está entre 3,5 mil pessoas. O Festiva lBraseiro será realizado dia 24 de agosto na Villa Toscana Residencial, em Rondonópolis. O público terá acesso ao evento às 12 horas com serviço ilimitado de alimentação nas 56 estações de churrasco, maior número de estações até hoje, e bebidas, até as 19 horas.

Os ingressos podem ser encontrados em Rondonópolis nas Casas de Carne Celeiro, no Escritório Celeiro, na Associação Braseiro localizada na Rua Sete de Setembro 1740 – Vila Goulart – Rondonópolis. Em Cuiabá, na Casa de Festas do Shopping Goiabeiras e Pantanal Shopping.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS