Fecomércio fará evento online para tirar dúvidas sobre lei de proteção de dados

Empresas que violarem a lei podem ser multadas em até R$ 50 milhões

A partir de 1º de agosto, empresas e órgãos públicos podem ser punidos caso violem a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que regulamenta como estes entes lidam com dados pessoais e informações sensíveis, como CPF e biometria.

Entre as punições previstas, a que mais preocupa empresas é a aplicação de multas, que podem chegar a R$ 50 milhões.

A lei regulamentará qualquer atividade que envolva utilização de dados pessoais, inclusive nos meios digitais, por pessoa natural ou jurídica, no território nacional. Portanto, o primeiro passo das empresas, independente do porte, é ter o consentimento prévio do titular dos dados por meio de uma manifestação clara e informativa.

Em meio a muitas dúvidas sobre o que fazer e como fazer, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado (Fecomércio-MT) decidiu promover o evento on-line gratuito ‘LGPD – Mitos e Verdades’.

O encontro será realizado na próxima terça-feira (20). A ideia é contribuir com com os comerciantes e demais interessados no tema. 

“Tenho certeza de que os empresários terão maior entendimento para formular as regras de boas práticas e de governança para não desrespeitar as regras”, afirmou o presidente da Fecomércio, José Wenceslau de Souza Júnior.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior“Parece que alguns estão com saudades da corrupção”, diz Bolsonaro sobre oposição
Próximo artigoSegurança Pública gastou 83% a mais com combustível em junho