Fávaro é reconduzido à presidência do PSD por unanimidade e ameniza racha interno

Por unanimidade, o diretório regional do PSD em Mato Grosso reconduziu o ex-vice-governador Carlos Fávaro à presidência do partido pelos próximos 2 anos

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Por unanimidade, o diretório regional do PSD em Mato Grosso reconduziu o ex-vice-governador Carlos Fávaro à presidência do partido pelos próximos 2 anos, em eleição realizada nesta quarta-feira (02). A sigla, que recentemente expôs um racha interno devido ao apoio ao governo Pedro Traques (PSDB), acredita que a votação sela a unidade, pelo menos, em torno da candidatura de Fávaro ao Senado.

 

O diretório estadual é composto por 51 membros e 17 suplentes, sendo que a eleição contou com o comparecimento de 80% da antiga comissão provisória, que tem direito ao voto. Votaram na chapa “Novas Ideias para um Novo Tempo”, encabeçada por Fávaro, até mesmo os quatro deputados que contrariam a decisão partidária de independência em relação ao governo e protagonizaram embates públicos com o presidente da sigla por insistirem na permanência na base, sendo eles Wagner Ramos, Gilmar Fabris, Pedro Satélite, Ondanir Bortolini (Nininho)

 

“Seguindo o compromisso de acabar com o caciquismo no PSD, realizamos de forma democrática a eleição do diretório estadual”, alfinetou Fávaro, que logo em seguida amenizou “este processo interno demonstra claramente que o PSD está unido e forte como sempre dissemos”.

 

Nininho, que foi eleito 2º vice-presidente, declarou que a chapa reúne as principais lideranças e, sem dúvida, representa um partido forte e unido. “Foi um consenso e agora vamos desenvolver um trabalho para as eleições de 2018. 

 

Para o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga, eleito presidente do Conselho de Ética do diretório, a escolha de Fávaro para continuar conduzindo o partido é uma demonstração da confiança que os filiados têm em sua liderança, que também é compartilhada pelo presidente nacional da sigla, Gilberto Kassab.

 

A nova comissão executiva do PSD em Mato Grosso é composta por Carlos Fávaro, presidente estadual, Arnóbio Vieira de Andrade, 1º vice-presidente, Ondanir Bortolini (Nininho), 2º vice-presidente, Djalma Fernandes, 1º tesoureiro, Neurilan Fraga, 2º tesoureiro e Stephano do Carmo, secretário-geral. Também foi eleito, Neurilan Fraga, como presidente do conselho de ética, e Sivirino Santos, presidente do conselho fiscal. Stephano do Carmo ocupa ainda o cargo de delegado e tem direito ao voto na convenção nacional do PSD.

 

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCoronel Siqueira deve prestar depoimento na CGE
Próximo artigoCorpo encontrado em praia é de empresário cuiabano

O LIVRE ADS