Faturamento de empresas mato-grossenses já caiu 23%, aponta boletim do governo

Dados da Secretaria de Fazenda apontam que o resultado só não foi pior, por conta do Dia das Mães

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O faturamento das empresas em Mato Grosso caiu 23,5% nos 11 primeiros dias de maio. É o que aponta o primeiro levantamento que cobre o período da pandemia do novo coronavírus.

O volume de dinheiro movimentado no Estado nesse período foi de aproximadamente R$ 1 bilhão. Nos mesmos dias de março, quando ainda não havia reflexo da crise, a quantia ficou em R$ 1,3 bilhão.

Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (14) pela Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz). Maio é o primeiro período analisado em que os efeitos da pandemia repercutiram em toda a apuração mensal, levando em conta a arrecadação do ICMS.

E o resulto também foi negativo para a receita do Estado. O boletim econômico da Sefaz aponta que a arrecadação do ICMS até 11 de maio de 2020, comparada com o mesmo período dos meses de abril e março de 2020, teve pior desempenho.

Houve redução de 3,5%, comparado às primeiras semanas de abril, e de 23,5% na comparação com março, também até o dia 11.

Dia das Mães

Conforme o boletim da Sefaz, a queda foi menos acentuada por causa do Dia das Mães, que movimentou o comércio na última semana. Houve uma leve melhora no faturamento do comércio, mesmo com o atendimento ao público ainda restrito, dentro do regime de controle da covid-19.

O setor varejista fechou a última semana com faturamento positivo de 17%, ante a média diária pré-covid. Os demais segmentos registram quedas: atacado (-29%), combustíveis (-29%) e veículos (-12%).

“Essas três atividades apresentaram forte recuperação em função das medidas de flexibilização do atendimento do comércio e também do Dia das Mães, tradicionalmente uma das melhores datas do ano para o comércio. O setor de comércio varejista de uso pessoal e doméstico superou em 12% o faturamento médio semanal do mesmo período anterior a covid-19”, disse o secretário adjunto de Receita Pública, Fábio Pimenta.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAdolescente foge de casa após mãe descobrir troca de vídeos pornôs com árabe
Próximo artigoAplicativos terão que exigir e expor alvarás de empresas que aderiram ao delivery