Fatura ainda mais cara

Além do reajuste de 7,29%, os mato-grossenses pagarão bandeira vermelha na conta de luz

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

A conta de energia dos mato-grossenses vai ficar ainda mais cara a partir deste mês. Isso porque o aumento de 7,29% aprovado em abril pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), para consumidores residenciais, se somará ao custo da bandeira tarifária vermelha patamar 1.

Em outras palavras, isso significa um acréscimo de R$4,169 para cada 100 kWh consumidos.

Desde 2017 não se registrava bandeira vermelha nos meses de maio. A cor sinaliza redução no nível dos reservatórios das hidrelétricas. E um fator regional agrava a situação: a estiagem antecipada. Em algumas cidades de Mato Grosso já não chove há mais de 50 dias.

LEIA TAMBÉM

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGovernador Mauro Mendes cobra retorno de professores às salas de aula
Próximo artigoHomem é preso por invadir casa para cheirar calcinhas de adolescentes