Família celebra Nossa Senhora do Pantanal com festa e devoção

A tradicional missa norteada por Dom Milton anunciou a construção da Igreja Centro Mariano

(Foto: Suellen Pessetto/ O Livre)

A manhã desse sábado (6) foi de festa em Jangada (a 75 km de Cuiabá). Sob a sombra das árvores e de frente para a capela da Fazenda Nossa Senhora do Pantanal, uma linda missa guiada por Dom Milton foi celebrada em homenagem à Padroeira dos Pantaneiros.

O arcebispo pontuou a importância de pregar a fé nos lares e também da conscientização da preservação à natureza.

“A família que nos recebe aqui hoje é uma família divina. Uma família trinitária e um exemplo do que devemos levar para dentro do nosso lar, que é o amor cristão. Temos uma obrigação com o Criador de preservar o que Ele deixou de belo na terra. Por isso ensine aos seus filhos o dever da preservação das águas, das matas e dos animais”, disse, durante a homilia.

Para compor o cenário de devoção, a imagem de Nossa Senhora de Fátima se fez presente, emocionando os fiéis.

Fé e tradição de gerações

Por nove anos consecutivos a missa, que já faz parte do calendário de Jangada, esteve sob o comando de Márcia de Campos Neves e Aylon Neves, que agora passam o “bastão” para o filho Aylon Junior e para a nora Gabrielle Lopes Neves.

(Foto: Suellen Pessetto/ O Livre) da esquerda para direita: Gabrielle, o esposo Aylon Jr. Dom milton, Márcia e o esposo Aylon

“Cumpri meu propósito com a santa, e surgiu em meu filho o desejo em continuar a tradição. É uma nova história que começa, o que me deixa muito feliz”, contou Márcia.

Moradores de comunidades e fazendas vizinhas aproveitaram o festejo, que se estendeu por todo o dia, com comes, bebes e bailão sertanejo.

A fazenda foi fundada em 2003 e, por sugestão de Dom Milton – que havia trazido a imagem da santa de Corumbá -, foi batizada de Nossa Senhora do Pantanal.

Catedral Centro Mariano

A construção da catedral em estilo gótico será próxima ao Rodoanel, sentido à estrada da Guia, já esta em fase de construção e começou a tomar forma. Mas ainda há muito a ser feito. A previsão é que fique pronta entre os anos de 2022 e 2023. Será composta por monges e seus trabalhos voluntários voltados para a sociedade cuiabana.

Arautos

Há 15 anos em Cuiabá, os Arautos do Evangelho são uma Associação Internacional de Fiéis de Direito Pontifício, a primeira a ser erigida pela Santa Sé no terceiro milênio, a que ocorreu por ocasião da festa litúrgica da Cátedra de São Pedro, em 22 de fevereiro de 2001.

Composta predominantemente por jovens, esta Associação está presente em 78 países. Seus membros de vida consagrada praticam o celibato e dedicam-se integralmente ao apostolado, vivendo em casas destinadas especificamente para rapazes ou para moças, os quais alternam a vida de recolhimento, estudo e oração, com atividades de evangelização nas dioceses e paróquias, dando especial ênfase à formação da juventude.

Embora não professem votos e conservem-se no estado leigo – exceção feita de alguns que abraçam as vias do sacerdócio – os Arautos do Evangelho procuram praticar, em toda a sua pureza fascinante, os conselhos evangélicos. Vivem normalmente em comunidade (masculinas ou femininas), num ambiente de caridade fraterna e disciplina. Em suas casas fomenta-se uma intensa vida de oração e estudo, seguindo-se a sapiencial diretriz do Papa João Paulo II:

A formação dos fiéis leigos tem como objetivo fundamental a descoberta cada vez mais clara da própria vocação e a disponibilidade cada vez maior para vivê-la no cumprimento da própria missão”, Christifidelis Laici, 58.

Diante do forte sentimento religioso e emocionada com a missa, Márcia revelou durante a festa sua experiência com os arautos e dos três alunos que auxilia em Roma, custeando os estudos dos jovens missionários mensalmente.

(Foto: Suellen Pessetto/ O Livre)

“Sou missivista de formação e os Arautos já fazem parte da minha vida há 10 anos. E é gratificante ser madrinha e poder contribuir com jovens que estão em busca do apostolado”, disse a empresária, que realizou a festa nesse sábado (6). E finalizou: “Quero agradecer imensamente os Arautos por terem adotado meu filho nesta missão e meu filho ter adotado esta responsabilidade”.

O valor arrecadado da festa será revertido para a construção do Centro Mariano. Para conhecer mais sobre o trabalho dos Arautos e contribuir para a construção da igreja, basta acessar o site www.arautoscuiaba.com.br, ou adquirir a rifa pelo telefone (65) 3626-6256. A associação dos arautos fica na rua Nigéria, no Bairro Santa Rosa, em Cuiabá.

Confira como foi a missa e a animada festa: