Falta de vacinas contra a meningite atinge postos de saúde de Cuiabá

    Doses devem ser tomadas por bebês aos três e aos cinco meses de vida, como uma forma de evitar doença

    (Foto: Valter Campanato)

    Integrante do calendário nacional de vacinação para bebês de três e cinco meses, a vacina contra a meningite está em falta em todo o país e já teve o abastecimento comprometido em municípios de Mato Grosso. A Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá, por exemplo, já informou que não há mais doses disponíveis.

    A meningite meningocócica, que causa uma infecção nas membranas do cérebro, é uma das doenças mais temidas, por ter, principalmente, taxa de letalidade alta. Na rede pública, o Ministério da Saúde disponibiliza a vacinação contra a bactéria do grupo C. No entanto, em razão de atraso na entrega de novos lotes, novas doses não puderam ser disponibilizadas aos estados.

    Leia também:
    Risco de paralisia infantil volta a assombrar cidades de Mato Grosso

    Nos postos de saúde de Cuiabá já não há mais a vacina disponível, segundo confirmou a assessoria da Secretaria de Saúde. Também não há informações sobre quando as doses deverão chegar ao município. Um comunicado do Ministério da Saúde, porém, aponta que a previsão é de que os estoques sejam repostos neste mês de agosto.

    Meningite
    A meningite é uma doença que pode ser transmitida tanto pela bactéria quanto por fungos e vírus, sendo que a mais comum (e mais leve) é a por vírus. Entre as formas de transmissão estão as secreções respiratórias e salivas. Pessoas de todas as idades estão sujeitas à doença.

    Conforme o Ministério da Saúde, a meningite bacteriana é mais grave e costuma a resultar em internação, uma vez que pode comprometer o cérebro.

    Dados disponibilizados pelo sistema DataSus, mostra que, em 2017, Mato Grosso registrou 171 casos de meningite em todo o Estado, além de 26 mortes pela doença. Já em 2016 o número de notificações foi de 182, com 16 mortes. No Brasil, o número de mortes registradas pela doença, em 2017, foi de 1.415 pessoas.

    Confira abaixo a nota da Secretaria Municipal de Saúde:
    A respeito da vacina meningocócica, a Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá (SMS) informa que a distribuição é feita pelo Ministério da Saúde aos estados e os mesmos repassam as dosagens aos municípios. A Secretaria Estadual de Saúde (SES) está em falta com a reposição das doses a Cuiabá e, por esta razão, as unidades de saúde realmente estão impedidas de realizar a referida imunização. A SMS aguarda a reposição.

    Use este espaço apenas para a comunicação de erros





    Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

    DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Artigo anteriorBombeiros controlam incêndio que consumiu 10 mil hectares de parque estadual
    Próximo artigoPCdoB confirma candidatura de Manuela d’Ávila à Presidência