Facebook e Twitter censuram e apagam postagens de Donald Trump

Desde a última quarta-feira (06), o líder Republicano teve diversas publicações apagadas de suas redes sociais

(JIM LO SCALZO/EFE/Direitos Reservados)

Diversas publicações do líder Republicano Donald Trump foram apagadas do Facebook e ocultadas do Twitter. Desde as manifestações que ocorreram na última quarta-feira (06), as empresas argumentam que Trump vem “estimulando” um comportamento hostil por defender que as eleições americanas podem ter sido fraudadas.

Apenas nos últimos dias, o líder americano teve quatro publicações ocultadas no Twitter e outras diversas publicações apagadas do Facebook. Nesta sexta-feira (08), o presidente voltou a defender que ocorreram fraude nas eleições e informou que não irá na posse de seu sucessor, o democrata Joe Biden.

Na ocasião das manifestações, milhares de pessoas invadiram o congresso americano na capital do país. Embora o presidente não tenha estimulado violência, algumas pessoas se feriram e ao menos uma pessoa morreu.

O Twitter argumenta que não há evidências sobre a suposta fraude e que as publicações de Trump “provocam a hostilidade”. O Facebook, por sua vez, chegou a se pronunciar em nota.

Na nota, o Facebook argumenta que haveria um risco à democracia americana em permitir que Trump continuasse usando suas redes socais, por isso a empresa optou por censurar as redes do republicano pelos próximos 15 dias.

“Acreditamos que os riscos de permitir que o presidente continue a usar nossos serviços durante este período são simplesmente grandes demais. Portanto, estamos estendendo o bloqueio que colocamos em suas contas do Facebook e Instagram indefinidamente e por pelo menos as próximas duas semanas até que a transição pacífica de poder seja concluída”, diz a nota do Fabebook.

Até o momento, Trump continua a batalhar na justiça para provar que as eleições americanas de novembro foram fraudadas. O presidente argumenta que houve diversas fraudes durante o processo, principalmente pelos correios, o que teria garantido a vitória de Joe Biden.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorQuer ser policial ou bombeiro? Assembleia Legislativa aprova concursos em MT
Próximo artigoEmpresário cai em golpe e perde R$ 90 mil ao tentar comprar 2.600 caixas de cerveja