Expulsão de policiais que jogaram bets com crianças é fake

Polícia Militar negou que irá penalizar policiais

Depois que um vídeo mostrando policiais militares jogando bets com crianças em uma região carente de Juína (730 km de Cuiabá) ganhou repercussão nacional, uma notícia de que os PMs poderiam ser investigados pela Corregedoria da Polícia Militar e até mesmo expulsos da corporação circulou na internet. No entanto, a PM negou a informação e disse que se trata de “fake news”.

O Comando Geral da Polícia Militar assegurou que nenhum policial será investigado e muito menos penalizado pela atitude.

Além disso, destacou que a integração entre policiais e sociedade, em especial crianças e jovens, também faz parte das ações de prevenção e de disciplina promovidas pela Instituição.

Por meio de um aplicativo de mensagens, o tenente-coronel PM Wendel, que deve assumir o 8º Comando Regional ainda neste mês, elogiou os policiais e ressaltou que atitudes como essas devem ser incentivadas.

“E fiquem certos que atitudes como essas serão antes de tudo incentivadas e não punidas. É papel da PM se aproximar da sociedade que devemos proteger”, diz um trecho da mensagem enviada pelo militar.

Confira a nota da Polícia Militar:

O Comando Geral da Polícia Militar desmente a informação de instauração de procedimento para investigar e punir os dois policiais que aparecem em vídeo jogando Bets(Taco) com crianças em um bairro de Juína.

E lembra que a prevenção, a aproximação com a comunidade, como fizeram esses policiais, fazem parte das ações de prevenção e da doutrina do policiamento comunitário.

A iniciativa é motivo de orgulho a todos os policiais militares.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVolta às aulas aumenta em até 69% o fluxo de veículos no centro de Cuiabá
Próximo artigoDecreto do governo tira cantinas de presídios da “clandestinidade”