Exportação de carne bovina volta ao normal após greve dos caminhoneiros

O volume de exportação de julho foi 145,26% maior que o registrado em junho

Foto: Assessoria

O volume das exportações de carne bovina in natura voltaram ao normal, é o que aponta o boletim do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária  (Imea), publicado no início desta semana. A baixa na entrega da carne se deu por conta da greve dos caminhoneiros, que prejudicou a produtividade do escoamento.

Segundo os dados divulgados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) contido no relatório do Imea, em julho “foram encaminhadas 22,83 mil toneladas de carne bovina, gerando uma receita de US$ 97,45 milhões, valor 145,26% maior que o registrado em junho”, informa o boletim.

Apesar da melhora no desempenho das exportações da carne bovina mato-grossense, o resultado obtido nos últimos sete meses é decepcionante. A receita gerada nesse período foi de US$ 516,29 milhões, segundo menor montante dos últimos seis anos, ficando atrás apenas de 2016. Dentre outros, esse é um nos motivos que tem impedido a cotação do boi gordo de avançar neste ano.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRomoaldo Junior também é alvo de impugnação; MPF já protocolou 44 pedidos
Próximo artigoANP negocia 993, 6 milhões de litros de biodiesel

O LIVRE ADS