Exército americano está em alerta para possíveis tiroteios em sessões de Coringa

Coringa está próximo de estrear

(Foto: Reprodução/O Livre | Arte: Felipe Martins)

Coringa tem arrancado muitos elogios da crítica especializada, mas à medida que a popularidade do filme aumenta e que a estreia se aproxima, também cresce a preocupação com a probabilidade de atentados terroristas durante as exibições do longa.

Nos últimos dias, muito tem se falado sobre a possibilidade do filmeincentivar comportamentos Incel – celibatários involuntários, além de viabilizar ataques como o que aconteceu durante Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge, com isso, os militares norte-americanos começaram a redobrar sua atenção para impedir que isso torne a acontecer.

Através de um comunicado oficial, o FBI, agência de inteligência militar dos EUA, liberou algumas instruções para o caso de ataques ocorrerem durante as sessões, já que identificaram alguns posts nas redes sociais de incels relacionados ao Coringa.

O Exército dos Estados Unidos instruiu os soldados em serviço a “identificarem duas rotas de fuga” quando entrarem nos cinemas e caso um ataque aconteça, eles devem “correr, se esconderem e lutarem.”

“Nós fazemos isso com frequência, pois segurança para nossa força de trabalho é um panorama a ser seguido. Nós queremos que nossa equipe esteja preparada e seja diligente em segurança pessoal, tanto dentro quanto fora do trabalho,” disse um representante do Exército.

“Esses homens idolatram o personagem Coringa, o palhaço violento da franquia Batman, admirando sua representação como um homem que finge ser feliz, mas que acaba se vingando dos valentões”, finaliza.

Com polêmica ou não, Coringa estreia nos cinemas em 3 de outubro.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorLaura Dern, Sam Neill e Jeff Goldblum retornam para novo Jurassic World
Próximo artigoWill Smith encarnará chefão criminoso em novo filme da Netflix