Executivo do agro figura entre os novos nomes a deputado estadual

Luciano Vacari deixou a Acrimat no último dia 1º para dar início a um projeto político

Luciano Vacari, ex-diretor executivo da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), deixou a instituição no último dia 1º para dar início a um projeto político. Conhecido no mundo agro, especialmente na cadeia produtiva da bovinocultura, Vacari confirmou ao LIVRE sua pré-candidatura a deputado estadual pelo PPS.

“Construí um relacionamento minha vida toda com o agronegócio. Conheço as dificuldades e as potencialidades do setor que desenvolveu o Estado. Por entender a importância da atividade, nada mais justo do que dar minha contribuição consolidando políticas públicas em prol da atividade”, destacou na noite desta quinta-feira (05), durante jantar oferecido pela Ampa ao pré-candidato à Presidência da República, Geraldo Alckmin (PSDB).

Sempre em cargos de liderança, Vacari somou quase dez anos de trabalhos prestados à Acrimat. Ele foi o executivo responsável pela “estadualização” da entidade, em 2008. Vacari atuou nos últimos dois anos coordenando a comissão de defesa agropecuária animal do Instituto Pensar Agro (IPA), braço técnico da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), em Brasília (DF). Também passou pela presidência do Instituto Mato-grossense da Carne (Imac).

O executivo é visto como um novo nome para atender à necessidade dos ruralistas em termos de representação dentro da Assembleia Legislativa do Estado. Enquanto no Congresso Nacional a bancada ruralista é a maior e uma das mais representativas, no Estado campeão em produção agrícola, faltam nomes que fortaleçam as bandeiras do campo. Ondanir Bortolini (PSD), o Nininho, Zeca Viana (PDT) e Mauro Savi (PSB), preso desde o dia 9 de maio acusado de chefiar um esquema de corrupção no Detran, seriam os mais próximos do setor.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEmanuel anuncia “Dança das Águas” na ponte Júlio Müller para os 300 anos de Cuiabá
Próximo artigoA dois dias do prazo, governo assina convênio para equipar o novo Pronto-Socorro